Notícias

Treino Pliométrico: Um complemento para as tuas corridas!

Atleta, se procuras melhorar o teu desempenho no treino de corrida, o Renault Run Club tem uma sugestão para ti!

Com a ajuda de um especialista na matéria, vamos perceber como o treino pliométrico é importante para prevenir lesões e estares ao teu mais alto nível.

Sabemos que, em qualquer treino, uma mera sensação de desconforto ou uma penosa dor no joelho pode limitar a tua capacidade de ir mais além. Quantas vezes já não te aconteceu querer ir mais rápido, mais longe e o corpo não acompanhar?

Para que te sintas ainda mais em forma, o Renault Run Club propõe-te um treino complementar que visa fortalecer os músculos do teu corpo. O Diogo Joshua, Diretor Técnico do ginásio Life Center, explica-te os benefícios do treino pliométrico.

 

Em que consiste o treino pliométrico?

O treino de pliometria, à base de saltos, consiste em exercícios destinados a unir a força e a velocidade durante os padrões fundamentais do movimento. O que acontece durante um exercício de pliometria é um alongamento rápido do músculo seguido imediatamente por um encurtamento muscular rápido.

 

Quais os fatores a ter em conta antes e durante a prática deste treino?

Numa primeira fase, antes de saltar, é importante o atleta corredor realizar exercícios específicos que ativem os músculos antes da receção ao solo. Após esta fase, é recomendável começar com exercícios de pliometria de baixa intensidade como saltar a corda, exercícios de técnica de corrida, saltos verticais, entre outros. Consoante o nível físico de cada atleta, podemos aumentar a intensidade dos mesmos através da amplitude ou dificuldade.

 

Quais os principais benefícios para o desempenho de um runner?

O principal benefício da pliometria tem sido cada vez mais a prevenção de lesões, principalmente em atletas de corrida. Durante a corrida existem vários saltos (fase de voo) e os nossos ligamentos, tendões, músculos, articulações estão submetidos a cargas elevadas (cerca de 2x o peso corporal em cada perna). Como tal, os exercícios de pliometria permitem minimizar este risco para os tecidos musculares, utilizando a energia elástica de uma melhor maneira.

 

Há dados que comprovam as mais-valias deste tipo de treino?

Existe um conjunto de estudos realizados no terreno com atletas que vinham de lesões nos joelhos. Estes atletas realizaram exercícios de pliometria durante 8 semanas, que contribuíram para a diminuição dessas lesões em cerca de 80% dos casos (homens e mulheres).

 

Atleta, agora já sabes! O treino pliométrico ajuda-te a prevenir lesões e a melhorar o teu desempenho nas corridas. Por falar nelas, contamos contigo ao mais alto nível no próximo sábado? Inscrições aqui.

Últimas notícias

Mais notícias